Tecnologia da Informação facilita gestão pública no atendimento à população

Mosquito

Equipe da SMTI desenvolveu plataformas em tempo recorde nesse período de pandemia

Plataforma Escola Virtual foi desenvolvida para auxiliar as aulas remotas
Cada vez mais a Prefeitura de Porto Velho utiliza ferramentas digitais para facilitar a gestão pública, o atendimento às empresas, servidores municipais e a população. Essa inclusive tem sido uma marca da administração do prefeito Hildon Chaves, que por meio da Lei Complementar nº 832 de 31 de dezembro de 2020, criou a Superintendência Municipal de Tecnologia da Informação (SMTI), em busca de soluções inovadoras nessa era digital.

Nesse período de pandemia, mais do que nunca ficou evidente a importância do trabalho da SMTI, que antes chamava-se Coordenadoria Municipal de Tecnologia da Informação (CMTI). A equipe desenvolveu em tempo recorde plataformas como a Escola Virtual (para aulas remotas) e o SASI, aplicativo que facilita o agendamento on-line de vacinas sem qualquer custo para a Prefeitura.

E não é só isso. A SMTI vem dando suporte a tudo que se refere a informatização relacionada a Covid-19, como a elaboração do vacinômetro de Porto Velho, criação do Portal de Agendamento da Vacinação, que foi inicialmente utilizado pela Prefeitura, elaboração de relatórios de Business Inteligence (BI), ou inteligência de negócios para tomadas de decisões por parte da gestão, além de prestar suporte local aos computadores utilizados nos pontos de vacinação, entre outros.Farmapub permite ao munícipe saber onde tem o medicamento que ele precisa
Farmapub permite ao munícipe saber onde tem o medicamento que ele precisa

SISTEMAS DESENVOLVIDOS

Vários sistemas, de natureza administrativa, foram desenvolvidos pela equipe da SMTI. Eles funcionam para dar apoio e celeridade nas demandas internas da Prefeitura, mas também refletem de forma direta no portal da transparência, fato que contribui para manter o município com notas altas junto aos órgãos de controle externo.

Em se tratando do atendimento ao público, o titular da SMTI, Saulo Roberto Nascimento, destaca o aplicativo Farmapub, único desse tipo no Brasil, que permite ao munícipe saber onde tem o medicamento que ele precisa; e os sistema de agendamento para atendimento às secretarias de educação (Semed), Regularização Fundiária (Semur), Fazenda (Semfaz) e Transportes e Trânsito (Semtran).

Ele cita ainda a plataforma Upa em Números, que permite acompanhar todas as ações nas Unidades de Pronto Atendimento; o mais recente, que é o aplicativo SASI, para cadastro e agendamento da vacinação contra a Covid-19; o sistema de Matrícula Escolar On-line; o Escola Virtual, também inédito no Brasil, desenvolvido especificamente para as aulas remotas na rede municipal de ensino; o sistema Sine Municipal, chamamento público e concursos e o sistema de escalas dos profissionais de saúde.

OUTRAS ATRIBUIÇÕES

Vacinômetro proporciona mais transparência
Vacinômetro proporciona mais transparência
Com 86 servidores (dos quais apenas 8 são comissionados) e vinculada à Secretaria Geral de Governo (SGG), a SMTI tem por objeto social desenvolver, prover, integrar soluções em Tecnologia da Informação (TI), prestar assessoramento, consultoria e assistência técnica dentro de sua especialidade, realizar serviços de tratamento de dados e informações.

Compete a SMTI atender a todas as secretarias e repartições da gestão municipal com serviços de TI relacionados a suporte ao usuário, suporte à rede, manutenção de computadores e desenvolvimento de softwares, que são programas que podem ser acessados por qualquer dispositivo eletrônico como computador, celular ou tablet.

Para o superintendente da SMTI, a Tecnologia da Informação é ponto estratégico para o desenvolvimento das atividades administrativas de um setor público ou privado. Ela oferece velocidade na execução das atividades e, consequentemente, diminui o tempo médio de atendimento das mais diversas solicitações.
“Todos os cidadãos buscam órgãos públicos esperando celeridade para resolver seus problemas, e não existe outra área que possa contribuir mais com esta expectativa que a TI (Tecnologia da Informação)”, comenta.

ESTRUTURA

Equipe da SMTI é liderada por Saulo Nascimento, superintendente
A estrutura é mantida pelas Diretorias de Suporte Técnico, que são responsáveis pela recepção das demandas oriundas das secretarias e pela Diretoria de Qualidade e Governança de TI, responsável pela elaboração de projetos, adequações de definição de processos de TI, que em conjunto com as Diretorias de Desenvolvimento de Sistemas, Infraestrutura e Suporte Técnico, planejam a aplicação das melhores práticas de TI.
“Ainda há muito a ser feito, considerando o pouco tempo de criação dessa estrutura de TI, mas já realizamos muitos avanços”, comemora Saulo Nascimento.

INVESTIMENTOS

Para chegar a esse nível, o superintendente disse que foi necessário investir em infraestrutura de TI para atender a municipalidade. “Hoje, Porto Velho é uma das poucas capitais do País que possui uma estrutura de Datacenter própria, fornecendo um ambiente seguro e estável para os equipamentos que processam todas as informações dos sistemas ali instalados”, afirmou.

De acordo com Saulo Nascimento, o município possui uma estrutura profissional com monitoramento ativo, com acesso biométrico e câmeras de monitoramento, com funcionamento 24×7, um banco de baterias de nobreaks com capacidade de 16 horas ininterruptas e grupo gerador com autonomia de funcionamento de 24 horas. Dessa forma, os serviços não sofrem interrupções, a não ser em casos de manutenções programadas.

A malha de fibra óptica municipal também foi ampliada na gestão do prefeito Hildon Chaves. Saltou de 30 km, em 2017, para 70 km atualmente, o que permite contemplar todas as unidades administrativas, incluindo escolas e unidades de saúde, com uma rede de internet estável.

“Temos projetos para contemplar os distritos com estrutura similar, mas por outros meios de transmissão, no caso, satélite. Esses projetos ainda estão sob análise de disponibilidade orçamentária para licitação e execução”, .

Texto: Augusto Soares
Fotos: Saul Ribeiro e Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here