Mosquito


Mosquito

HomeEducaçãoMerendeira escolar em Porto Velho fala da satisfação em contribuir para a...

Seu Poder


Seu Poder

Merendeira escolar em Porto Velho fala da satisfação em contribuir para a segurança alimentar dos alunos

segunda-feira 06/12/2021


Nesta sexta-feira (19), em celebração ao Dia da Merendeira, profissionais terão um dia de formação, diversão e lazer

Andreia Bispo é merendeira em escola municipal da capital

Andreia Bispo Chagas, de 32 anos, conta que jamais imaginou trabalhar como merendeira. Porém, incentivada pela mãe, resolveu se inscrever no concurso público da Prefeitura de Porto Velho em 2006, passando em 1º lugar. Desde então ela vem se aprimorando na profissão e acumulando conquistas.

A primeira escola onde atuou foi no distrito de Nova Califórnia. Em 2011, ganhou uma bolsa para estudar fisioterapia em Porto Velho, solicitou transferência e passou a ser merendeira da Escola Padre Chiquinho. Após a graduação, foi para São Paulo, onde fez pós-graduação em fisioterapia neurológica.

“Hoje eu sei da importância de cuidar da segurança alimentar dessas crianças, de conhecer um pouco sobre elas e até mesmo fazer parte da vida de muitas delas, que são bastante carentes”, comenta Andreia.

A servidora lembra que na hora de preparar os alimentos sempre pensa no melhor tempero, no sabor e no tempo certo para entregar a refeição aos estudantes no horário do intervalo. “Faço tudo com muito amor, sabendo que estou alimentando o meu próximo. É gratificante a gente ouvir as crianças dizerem que a comida está muito saborosa”, acrescenta.

Merenda escolar melhora o aproveitamento dentro da sala de aula

CARDÁPIO

Diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre Chiquinho, onde estudam 518 crianças de 6 a 12 anos de idade, Glória Chaves explica que o cardápio da merenda escolar de cada dia é cuidadosamente preparado por um grupo de nutricionistas da Divisão de Alimentação Escolar da Secretaria Municipal de Educação (Semed), conforme preconiza o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e o Programa Municipal de Alimentação Escolar.

Durante três dias da semana, a alimentação é composta de carnes, arroz, feijão, charque e ovos, entre outros itens. Nos demais dias, eles servem lanches, a exemplo de pão com ovo, mingau e açaí.

“A merendeira escolar tem um papel fundamental. Ela contribui positivamente preparando o lanche para os alunos com todo carinho, fazendo a separação dos produtos com melhor qualidade, cozinhando com amor e fazendo uma refeição de qualidade para que as nossas crianças sejam atendidas, saiam bem alimentadas e felizes da escola”, afirma a diretora.

Alex Paulo Ferreira é merendeiro na Escola Padre Chiquinho

Na prática, o trabalho de uma merendeira é fundamental para a segurança alimentar dos alunos, uma vez que essa profissional trabalha tanto na recepção dos produtos, quanto na conferência e na execução da merenda.

PARCERIA

Com 45 anos de idade e 11 anos dedicados à Prefeitura de Porto Velho, o merendeiro Alex Paulo Ferreira soma forças com a colega Andreia.

“Nosso trabalho é uma parceria tranquila. Como colegas de trabalho a gente procura desenvolver da melhor maneira possível aquilo que faz parte da nossa função, que visa o atendimento das crianças na escola, priorizando a satisfação e a realização alimentar deles, porque o aluno bem alimentado dentro da sala de aula consegue se concentrar, prestar atenção no que o professor está ensinando e ter êxito no aprendizado”, disse.

Ex-agente de limpeza, Alex atualmente estuda a Língua Brasileira de Sinais (Libras) na Universidade Federal de Rondônia (Unir), é técnico em segurança alimentar pelo Instituto Federal de Rondônia (Ifro) e também faz parte do Conselho Municipal de Alimentação Escolar.

Merenda escolar atende a mais de 45 mil alunos da rede municipal
Merenda escolar atende a mais de 45 mil alunos da rede municipal
KITS ALIMENTAÇÃO

Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Semed), 533 merendeiras atuam na rede municipal de ensino, atendendo a mais de 45 mil alunos.

O município distribui, ainda, kits de alimentação escolar, compostos, preferencialmente, por alimentos in natura e minimamente processados, tanto para os gêneros perecíveis como não perecíveis. Os alimentos são adquiridos com recursos do PNAE e PMAE. O valor médio é de R$ 45,00 cada kit.

Só em 2020, as entregas totalizaram mais de 116 mil kits. Em 2021, até o momento, foram distribuídos mais de 32 mil kits de alimentação escolar.

DIA DA MERENDEIRA

Nesta sexta-feira (19), a Semed convida todas as merendeiras do município para a Capacitação e Comemoração ao Dia da Merendeira: Formação, Diversão e Lazer, que acontece das 8h às 16h, na Sede do Sintero, na rua Curimatã, nº 129, no bairro Lagoa.

Texto: Augusto Soares
Foto: Saul Ribeiro

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)



Seu Poder


Seu Poder









"






Faro




PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com