Rondônia, quarta-feira, 06 de julho de 2022, às 15:23



HomeGeralJovens do campo e da cidade debatem, reivindicam e propõem políticas públicas...

Jovens do campo e da cidade debatem, reivindicam e propõem políticas públicas em audiência pública de propositura do deputado Lazinho da FETAGRO

- Advertisement -

A juventude de Rondônia se organizou e exerceu seu papel de protagonista durante Audiência Pública, realizada na manha desta quinta-feira (19), na Assembleia Legislativa de Rondônia, sob proposição do deputado estadual Lazinho da Fetagro (PSB).

Jovens rurais, da cidade, da periferia, indígenas, estudantes secundaristas e universitários, entre outras representações, lotaram o auditório da Casa de Leis e pautaram suas concepções e proposições de políticas públicas para toda a juventude rondoniense.

Educação, trabalho, segurança e cultura estão entre as principais áreas de demandas apresentadas pelos jovens, que demonstraram ali conhecimento de suas realidades, necessidades, direitos e deveres, e, também, comprometimento com a construção de políticas públicas que atendam seus anseios e assegurem transformação em suas vidas nos diferentes aspectos e áreas que as compõe.

Willians Aguiar, representando os jovens do movimento sindical rural, destacou a importância daquele espaço para a luta constante do campo por sucessão rural com dignidade. Na oportunidade apresentou e entregou uma cartilha de propostas que assistem aos jovens trabalhadores rurais na educação, saúde, geração de renda, lazer e cultura.

Nataly Fernanda, que falou em nome de jovens urbanos da periferia e GLBTQIA+, trouxe testemunho do preconceito vivido por ser negra, de periferia e rapper, e de muitos outros iguais, alertando que a luta por respeito e equidade é constante e incansável. A cantora cobrou que a cultura precisa ser levada para a periferia.

A índia Luciene Kaxinawa, jornalista, apontou que educação e saúde são demandas prioritárias também para os indígenas. Também abordou o crescente índice de violência nas aldeias e no campo.

Miguel Andrio, estudante do IFRO, defendeu a ampliação de espaços de debate para a juventude, como conselhos municipais, e reivindicou uma educação com mais qualidade e inclusiva. O estudante ainda conclamou para que se “aposte na cidadania”.

Pedro Costa, presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB e Membro da Comissão da Jovem Advocacia da Ordem, ressaltou que a juventude precisa ter consciência política, e que aquele momento fornece isso aos presentes. “Precisamos de vocês, jovens, para dar legitimidade às políticas para juventude”.

A audiência oportunizou a fala para outros jovens e representações do MP-RO, OAB-RO, UNIR, IFRO, Vereadores e Governo do Estado, por meio da SEDUC e SEJUCEL, que acolheram os anseios externados pelos jovens.

O deputado Lazinho da Fetagro reafirmou que a audiência propunha ser um canal de diálogo entre juventude, sociedade e Poder Público, e promover o protagonismo juvenil. “Temos a certeza de que toda clareza, toda realidade, todo conteúdo trazido nesta audiência comprometerá todo o poder público em consideração e trabalho pela juventude. Valioso momento de escuta e de propositura dos jovens sobre políticas públicas que venham atender suas demandas em diferentes áreas, como social, política, econômica e cultural”, disse o parlamentar.

Lazinho da Fetagto, ao finalizar, explicou que será sistematizado em documento todas as propostas e encaminhamentos feitos pelos participantes durante a Audiência Pública, visando transformar e implementar em políticas públicas para Juventude, gerando um instrumento de luta, um compromisso de governo e uma política de Estado. O documento será encaminhado ao governo, órgãos e instituições presentes, prefeituras, câmaras de vereadores e aos pré-candidatos ao governo de Rondônia.













"










PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com