Servidores da educação contam com ações de conscientização e prevenção ao câncer de próstata

Mosquito

RONDÔNIA – O Núcleo de Saúde Ocupacional da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) realiza ações preventivas relacionadas à saúde do servidor da rede estadual de ensino. Neste mês de novembro, o incentivo ao cuidado masculino é enfatizado com diversas ações de conscientização, para que os mesmos realizem exames preventivos para o diagnóstico precoce de doenças que mais ocorrem neste público, entre elas, o câncer de próstata.

Nas campanhas de prevenção passadas Seduc contava com uma equipe de saúde para fazer os exames específicos que medem o nível de uma substância produzida na próstata, comumente chamada de PSA

De acordo com Laura Cristina Anastácio Rodrigues, assistente social, o tema trabalhado pela Seduc, neste Novembro Azul, é: Homens precisam de cuidados e prevenção: um toque pode salvar sua vida!.

“Neste ano, devido à pandemia, optamos por não trazer uma equipe de saúde para realizar exames no nosso local de trabalho, o qual não cumpriria com as exigências de distanciamento social, e sim, fazer uma parceria com o Hospital de Amor da Amazônia. Desejamos que o máximo de colegas de trabalho façam o exame e se cuidem. Nas campanhas de prevenção passadas trouxemos uma equipe de saúde que fazia os exames específicos que medem o nível de uma substância produzida na próstata, comumente chamada de PSA (sigla em inglês – Antígeno Prostático Específico), que pode ser um dos exames indicadores de câncer e também fazíamos palestras e outras atividades no prédio da Secretaria”, explica Laura Cristina.

A assistente social acrescenta que a primeira ação do Núcleo é a divulgação da oportunidade de realizar este preventivo no Hospital de Amor. Para a realização dos exames, os servidores devem preencher um formulário de agendamento.

O trabalho do Núcleo de Saúde Ocupacional durante a campanha vai além da realização dos exames, mas propõe uma ação de sensibilização para os cuidados da saúde integral do homem, incluindo a parte física e mental. Para isso, há o processo de desconstrução de tabus adquiridos historicamente na sociedade, relacionado ao cuidado que o homem deve ter quanto à saúde.

“Sabemos que existem muitos homens que ainda receiam procurar ajuda médica. Chegar para um homem e falar para ele cuidar da sua saúde, também é falar para cuidar da saúde como um todo, inclusive as suas emoções. Pois se ele não está bem mentalmente, isso pode de um certo modo atingir bastante a percepção de cuidar da saúde física. Quando trabalhamos a psicoeducação em saúde mental buscamos quebrar estigmas, inclusive, com relação aos próprios exames que identificam o câncer de próstata, entre eles o PSA que pode ser feito de dois em dois anos e o toque”, acrescenta Laura Rodrigues.

PROGRAMAÇÃO

Além disso, semanalmente, o Núcleo de Saúde Ocupacional postará conteúdos nas redes sociais no instagram (@nso.seducro). E mais, especificamente, às sextas-feiras serão postados vídeos com temas relacionados à saúde do homem com psicólogo, enfermeiro, médico urologista, profissional de educação física, entre outros.

No dia 16 de novembro, às 19h, haverá uma live, em parceria com a Diretoria de Saúde da Polícia Militar, encerrando a campanha pelo Facebook da Seduc, com convidados: o médico urologista, Cid Olavo Scarpa Vasconcellos e o psicólogo, Renan Ramalho. O evento é uma parceria com a Diretoria de Saúde da PM, com diálogo moderado pelo sargento Uesiles Alves Jansen, enfermeiro do trabalho, na Polícia Militar de Rondônia.

 

 

 

 

Fonte
Texto: Rebeca Barca
Fotos: Walteir Costa
Secom – Governo de Rondônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA