Negócios, debates e apresentações culturais marcam segundo dia da Agrolab Amazônia

Coronavírus

Milhares de acessos foram verificados durante as 12 horas de programação

Durante o segundo dia de atrações da Conecta Sebrae Agrolab Amazônia, o maior evento totalmente digital, com foco exclusivo no agronegócio da Amazônia Legal, foram realizadas rodadas de negócios, vista de grande público aos estandes virtuais dos expositores, grandes debates nos fóruns e painéis, além de muito conteúdo muito útil ao produtor rural nos mini auditórios. O evento encerra-se nesta quinta (24).

O dia começou pela manhã com a realização de dois Fóruns: dos Secretários de Estado de Agricultura da Região Norte e o da Asbraer (Associação Brasileira de Assistência Técnica e Extensão Rural), com as unidades de Emater da Amazônia legal , debatendo temas muito importantes.

O brilhante painel “Desenvolvimento Tecnológico do Agronegócio” trouxe as brilhantes Mariana Vasconcelos (CEO da AgroSmart) e Marcela Carvalho da ABDI, além de Paulo Alvim, Secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, debatendo como a inovação e tecnologia podem contribuir para que o agronegócio alcance melhores performances e resultados econômicos, sem esquecer da questão ambiental. Os trabalhos foram mediados por Carlos Berti Niemeyer, Diretor Administrativo Financeiro do Sebrae em Rondônia.

A tarde trouxe outro grande momento: um painel em formato de talk show com um dos maiores empresários de Rondônia: Eugenio Ribeiro, CEO do Grupo Cairu, localizado em Pimenta Bueno, Rondônia, que gera mais de 3 mil empregos diretos. Participaram como debatedores o Diretor Técnico do Sebrae Nacional, Bruno Quick e o Diretor Superintendente do Sebrae em Rondônia, Daniel Pereira. O Presidente da Associação Brasileira dos Sebrae Estaduais, Claudio Magalhães foi o moderador das discussões. Eugênio contou sua trajetória, fez considerações e provocações sobre o desafio de empreender no país e, sobretudo na Amazônia. A transmissão teve picos de audiência.

O Fórum Amazônia +21, idealizado pela Prefeitura de Porto Velho, em parceria com a Federação da Indústrias de Rondônia também fez parte da programação oficial do evento, gerando grande interesse com temas relevantes.

A organização da feira digital apontou um pico de acesso de mais de 12 mil visitas a expositores, mais de 23 mil acessos aos diversos pavilhões e houve 6.400 interações do tipo troca de cartões de visitas virtuais. Os expositores relatam que, mesmo sendo uma experiência nova para todos (expositores e participantes), foram surpreendidos pela aceitação e volume de acessos durante os dois primeiros dias do evento. Um sucesso!

Apresentações culturais

Reafirmando seu caráter inovador, a Agrolab Amazônia, após toda a programão densa e interessante, programou às participantes apresentações culturais de diversos locais do país, privilegiando as manifestações culturais amazônicas. A proposta é enaltecer e evidenciar a rica cultura e diversidade cultural da região. Companhias como o Grupo Flor Ribeirinha (Mato Grosso), Grupo de Carimbó de Cruzeirinho (Pará), Orquestra Villa Lobos (Rondônia), tiveram suas apresentações exibidas no telão virtual da praça central do evento. O Arraial Flor do Maracujá, de Rondçonia, fecha a programação no último dia do evento.

A Agrolab Amazônia acontece até o dia 24 e as inscrições gratuitas e on line são realizadas no site www.agrolabamazonia.com, onde se pode preencher rapidamente um cadastro e o acesso ao ambiente virtual já pode ser acessado, com a sensação de estar em um videogame, onde o objetivo é fazer negócios e adquirir conhecimento. Imperdível.

Saiba mais sobre as ações do Sebrae no agronegócio, acesse o site www.sebrae.ro ou ligue gratuitamente para 0800 570 0800. Você também pode acessar o Sebrae pelo WhatsApp, pelo mesmo número. Siga o Sebrae em Rondônia nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube (@sebraero).

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA