Detentos agricultores: produção orgânica de horta do presídio de Vilhena é doada para entidades do município

Plantio foi idealizado por servidores do presídio e conta com a participação de quase 20 reeducandos

Em campanha social idealizada pelos policiais servidores do presídio Centro de Ressocialização Cone Sul, uma horta orgânica foi criada pelos detentos de Vilhena. O trabalho beneficia entidades do município e famílias carentes, por oferecer gratuitamente alimento a quem precisa, além de garantir a remissão de pena para os que estão reclusos.

De acordo com Dirceu Martini, diretor da unidade prisional, 18 detentos de dois pavilhões trabalham na horta através do regime remissional, ou seja, a cada três dias trabalhados a pena é reduzida em um dia. “Aqui temos uma comissão de classificação com comissários que avaliam todos os presos. Os que apresentam bom comportamento são aprovados pelo juiz corregedor e podem exercer as atividades ao lado da unidade, onde fica a horta. O objetivo é ressocializar o reeducandos. Uma das formas é através do trabalho”, explica Dirceu.

O diretor destaca o aumento da produção da horta. Hoje os detentos plantam alface, couve, mandioca, abacaxi, cebola, beterraba e rúcula, todos livres de agrotóxicos. Lá são realizadas colheitas diárias que são destinadas a entidades do município. São beneficiados o Hospital Regional de Vilhena (HRV), o Abrigo de Menores, o Lar dos Idosos e igrejas que repassam os alimentos para famílias carentes de seus programas sociais.

A nutricionista do HRV, Sara Yamone, agradece o envio das hortaliças e explica como a ação colabora com a variedade no cardápio. “Aqui nós trabalhamos com um cardápio nutritivo. Agradecemos esta parceria, pois quando recebemos essas hortaliças, duas vezes na semana, podemos fortalecer ainda mais a diversificação dos alimentos saudáveis servidos aos pacientes da unidade hospitalar”, conclui Sara.

Dirceu Martini lembra que a sociedade pode colaborar para expandir o plantio. Interessados em doar sementes, adubo, material de irrigação ou qualquer material relacionado à produção de hortaliças basta entrar em contato com o setor administrativo do presídio.

Semcom

Legenda:

REEDUCANDOS TRABALHAM NA produção de alimentos que são doados gratuitamente para entidades de Vilhena

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA