Deputado Ezequiel Neiva afirma que desmembramento do DER/Deosp desburocratizará as ações do Governo

O Governo de Rondônia aceitou a indicação do deputado Ezequiel Neiva (PTB), para o desmembramento do Departamento de Obras Civis, antigo Deosp, da estrutura do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). A divisão das secretarias ocorreu no início desta semana. Para Ezequiel Neiva, a separação desburocratizará as ações tanto do DER quanto da nova Secretaria de Obras Civis (Seosp).

Ezequiel Neiva foi diretor-geral do então DER/Deosp por quase três anos, na gestão do governador Confúcio Moura. O deputado entende que a acumulação das duas pastas como único órgão sobrecarregava o gestor, que precisava gerenciar as obras civis públicas e as obras rodoviárias. “Eu estive lá. Sei do que estou falando. O Estado tem inúmeras obras civis a exemplo de reformas e construção de escolas, ginásios, rodoviárias, teatros, feiras entre outros”, argumentou o parlamentar ao justificar sua indicação de desmembramento ao Governo.

O deputado afirma que o diretor do DER precisa estar focado na melhoria da infraestrutura das estradas. Neiva destacou que Rondônia tem cerca de 1.500 quilômetros de estradas pavimentadas, sendo que aproximadamente 1.300 km precisam urgentemente de recuperação. Além disso, o DER precisa fazer a manutenção periódica em outros cerca de oito mil quilômetros de estradas de terra.

“A estrutura do DER é imensa. Nossas estradas estão em condições precárias. Com esse desmembramento o diretor do DER terá condições de focar suas ações na infraestrutura rodoviária. E o Secretaria de Obras Civis da mesma forma poderá direcionar melhor suas ações”, ressaltou Ezequiel Neiva.

 

 

 

 

Texto: Assessoria

Foto: Marcos Figueira-ALE/RO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA