Mãe do jornalista Rubens Coutinho é sepultada em Porto Velho

Coronavírus

Porto Velho –  A família do jornalista Rubens Coutinho – apenas alguns membros – sepultou na manhã deste sábado, 23, dona Alideia Marcelino de Castro, de 78 anos. Mãe do jornalista e de mais quatro filhas, dona Alideia faleceu na tarde desta sexta-feira, na UTI do Hospital da Unimed, em Porto Velho, vítima do coronavírus.

Ela estava internada há algum tempo e outras complicações, somada a Covid-19 levaram-na a óbito.

Não houve velório e apenas cinco pessoas da família acompanharam o funeral.

Dona Alideia, filha de ferroviários da Madeira-Mamoré (José Marcelino de Castro e Alzira Trigueiro), é mãe do jornalista Rubens Coutinho, editor diretor do site Tudorondonia.com.br, e de Jane Marcelino de Castro, Sônia Maria Coutinho, Suely Coutinho e Lourdes Marcelino.

Durante praticamente toda a vida, dona Alideia residiu numa casa na Travessa São Cristóvão, no bairro do mesmo nome, em Porto Velho. Ela foi casada com Manoel Coutinho, também já falecido.

O corpo foi sepultado na manhã deste sábado no Cemitério de Santo Antônio, com a presença de apenas cinco familiares devido à pandemia de coronavírus. Não houve velório.

A família enlutada agradece as manifestações de solidariedade neste momento de dor e que marca uma perda irreparável.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA