Cursos de Biomedicina e Nutrição da Unesc prestam atendimento em comunidade indígena  

Coronavírus

No final deste semestre, os cursos de Biomedicina e Nutrição oferecidos pela Unesc, em Cacoal, prestaram atendimentos na área da saúde para a comunidade do povo indígena Paiter Suruí do Território Sete de Setembro, na Aldeia Lapetanha.

O projeto teve o propósito de realizar um “check up” na saúde indígena, por meio de ações preventivas, assistenciais e de promoção à saúde, voltadas para orientações de prevenção e minimização de aquisição de doenças cardíacas e metabólicas.

Na oportunidade, esteve presente no evento o líder Maior do Povo Paiter Suruí, Almir Narayamoga Surui, o coordenador da Associação Metareilá do Povo Indígena Suruí, Rubens Naraikoe Suruí e, o cacique da Aldeia La Petanha, Mopiry Suruí.

Durante a ação, foram realizados aproximadamente 130 atendimentos à população indígena do Território Sete de Setembro.

Para o professor Cássio Santos, esse tipo de atividade enriquece a prática dos temas de conhecimentos adquiridos no âmbito da faculdade e, mais importante ainda, ajudar a orientar e promover a saúde e a qualidade de vida para a população atendida.

Ao final dos atendimentos, os indígenas apresentaram algumas das atividades culturais. Participaram da ação os estudantes dos 4º, 6º e 8º períodos de Biomedicina e Nutrição, supervisionadas pelos professores dos cursos, Cássio Lanfredi Santos, Heloísa Pessoa Sá, Diego Xavier, Kely Cristina Leite.

 

Assessoria

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA