Lei de autoria de Cirone Deiró cria rede de profissionais para apoio...

Lei de autoria de Cirone Deiró cria rede de profissionais para apoio e tratamento da fissura labiopalatina

Através de uma lei, Deiró instituiu a “Semana Estadual de Educação, Conscientização e Orientação sobre a Fissura Labiopalatina” / Foto: Divulgação

Autor da lei que instituiu a “Semana Estadual de Educação, Conscientização e Orientação sobre a Fissura Labiopalatina”, a ser realizada, anualmente, na última semana do mês de setembro, o deputado Cirone Deiró acompanhou os trabalhos da “Operação Sorriso”, realizada no Hospital Santa Marcelina.

A Ação atende gratuitamente pessoas nascidas com deformidades faciais, especialmente fissura labial e fenda palatina.

Os trabalhos dos voluntários da “Operação Sorriso” têm a parceria e apoio do Hospital Santa Marcelina, da Associação de Fissurados de Rondônia, do Ministério Público de Rondônia e Secretaria de Estado da Saúde. Além da Associação Brasileira de Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial, Marinha do Brasil, Projeto Genoma e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

O deputado conheceu o funcionamento do projeto e foi informado que o Núcleo de Fissurados de Rondônia está se estruturando para se tornar um Centro de Assistência de Alta Complexidade no tratamento de fissura labiopalatal.

Segundo explicou o médico e cirurgião plástico, Henrique Cintra, o esforço dos profissionais, liderados pela enfermeira, Maria José Micheletti, busca criar as condições para que o núcleo obtenha o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), que fazem parte do SUS e realizam procedimentos estético-funcional dos portadores de má-formação congênitas labiopalatais.

Diante do êxito das ações realizadas, o parlamentar destacou a importância do projeto para beneficiar a comunidade rondoniense, e se comprometeu continuar o trabalho pelo fortalecimento das ações.

Cirone lembrou que a falta de informação deve ser um dos primeiros obstáculos a serem superados com a instituição da “Semana Estadual de Educação, Conscientização e Orientação sobre a Fissura Labiopalatina”.

“Precisamos criar uma rede de orientação com profissionais capacitados para fazer o diagnóstico no tempo correto e prestar toda assistência e informação aos pais”, justificou o parlamentar.

O Núcleo de Fissurados de Rondônia funciona no Hospital de Base, onde são realizados dois dias de ambulatório para triagem e consulta dos pacientes. No primeiro atendimento, os pacientes são avaliados pelos profissionais de enfermagem, cirurgia plástica, pediatria, fonoaudiologia e odontopediatria. Mediante resultados das avaliações, os mesmos são encaminhados para demais especialidades de psicologia, nutrição, cardiopediatria, dentre outros.

Caso o paciente seja elegível a cirurgia de rinoqueiloplastia primária, inicia-se acompanhamento do mesmo para programação cirúrgica. As cirurgias são feitas no Centro Cirúrgico do Hospital de Base e as internações dos pacientes ocorrem no Hospital Infantil Cosme e Damião.

Após cirurgia, os pacientes permanecem sendo acompanhados pelos profissionais do núcleo, nos cuidados pós-operatórios e posteriormente, nos tratamentos auxiliares das especialidades necessárias ao caso.

Já os pacientes que necessitam de cirurgias de palatoplastia de alta complexidade, enxerto ósseo/alveolar e demais, são acompanhados para programação cirúrgica nas Missões Humanitárias realizadas pela OSB anualmente. Porém, o tratamento continuado desses pacientes, também é realizado pela equipe dos profissionais que atendem no núcleo do Hospital de Base.

Deputado conheceu o funcionamento do projeto / Foto:Divulgação
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA