Ciclovia da avenida Paraná recebe revitalização: obra deve ser concluída ainda este mês

500 metros da ciclovia serão reconstruídos para evitar lama e facilitar circulação de pedestres e ciclistas

A pedido de moradores da região, a Prefeitura está reconstruindo boa parte da ciclovia do canteiro central da avenida Paraná. Ainda no segundo semestre do ano passado, a Secretaria Municipal de Obras (Semosp) fez a recuperação do local com material asfáltico para evitar lama na ciclovia. A ação imediata resolveu temporariamente o problema e agora o serviço definitivo está sendo executado pela empresa Alto Rio, no trecho entre os cruzamentos da Paraná com as avenidas Celso Mazutti e Tancredo Neves.

Serão 700 metros recuperados e a empresa se compromete em entregar a obra até o fim deste mês. Segundo o secretário municipal de Obras, Carlos Schramm, “esta ciclovia foi uma das nossas primeiras ações assim que assumimos a pasta, pois assim demonstra a grande preocupação de nosso prefeito para com os anseios da população. Agora vamos resolver o problema de forma definitiva”.

Primeiro será feita a terraplanagem para que então as máquinas apliquem a camada de revestimento.

“A valorização do pedestre e do ciclista é uma de nossas metas na cidade, conforme nos indicam os estudos e projetos do escritório de arquitetos e urbanistas Jaime Lerner. Quanto mais as pessoas puderem se deslocar de forma fluída pela cidade com bicicletas ou mesmo a pé, menos infraestrutura para carros é necessária. Além disso, é uma medida positiva para o Meio Ambiente e para a qualidade de vida”, completa o secretário de Planejamento, Ricardo Zancan.

Neste sentido, há em análise pelo programa Calha Norte um amplo projeto de iluminação para a pista de caminhada do Parque Ecológico, bem como dos entornos do lago. Ainda está em elaboração projetos baseados nas pesquisas dos profissionais de Curitiba para ampliação dos espaços de pedestres na Major Amarante, Casa de Rondon, e outros locais.

Eduardo Japonês, prefeito de Vilhena, lembra que “foi dado início a um grande projeto de construção de calçadas com acessibilidade de forma padronizada recentemente. Ao todo serão 30 quilômetros de calçadas e quase 600 rampas de acessibilidade em diversos bairros. Nos preocupamos com o asfalto, mas também sabemos que os motoristas, ao saírem dos carros, são pedestres e também precisam de benfeitorias para sua circulação adequada”.

Semcom

Legenda

TRABALHOS na avenida Paraná devem ser concluídos ainda neste mês: valorização do pedestre

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA