Senador Marcos Rogério é eleito presidente da Comissão de Infraestrutura

Senador Marcos Rogério
Senador Marcos Rogério

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) foi escolhido nesta terça-feira (13) presidir a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) no biênio 2019-2020. O vice-presidente será o senador Wellington Fagundes (PR-MT). A comissão volta a se reunir na próxima terça-feira (19), às 9h.

Com 23 membros titulares e igual número de suplentes, a CI tem entre as suas atribuições a de avaliar propostas pertinentes a transportes de terra, mar e ar; obras públicas em geral; minas; recursos geológicos; serviços de telecomunicações; parcerias público-privadas; agências reguladoras e outros temas correlatos. Confira os demais integrantes do colegiado na página da comissão.

Eleito por aclamação, Marcos Rogério agradeceu e disse que as indicações foram fruto de amplo entendimento entre as lideranças partidárias. Ele afirmou que pretende “aprofundar a discussão de assuntos de importância para o país’, e defendeu a aproximação de “representantes e representados em absoluta sintonia com a agenda de temas nacionais”.

Wellington Fagundes, por sua vez, disse que o Brasil carece de investimentos em infraestrutura, sobretudo em logística e intermodalidade, que gerem redução de custos para os produtores rurais da Região Norte. O senador também disse ser preciso manter uma boa relação com o Ministério da Infraestrutura.

Perfis
Marcos Rogério da Silva Brito, 40 anos, nasceu em Ji-Paraná (RO). Formado em direito e jornalismo, trabalhou como radialista e repórter de TV. Mestre em administração pública, foi vereador em Ji-Paraná (2009) e duas vezes eleito deputado federal, em 2010 e em 2014. Na Câmara dos Deputados, foi relator, no Conselho de Ética, do processo que cassou o ex-presidente Eduardo Cunha. Ele foi o candidato mais votado para senador por Rondônia, com 24,06% dos votos.

Wellington Fagundes cumpriu seis mandatos como deputado federal, de 1991 a 2014, antes de se tornar senador. É líder do Bloco Moderador. Ele senador foi vice-líder do governo no Senado e líder do PR. Presidiu a Comissão Senado do Futuro e coordena a Frente Parlamentar de Logística de Transportes e Armazenagem. Além de ter sido relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2017, Wellington Fagundes também participa dos grupos parlamentares do Brasil com a Argentina, a China, a Coreia do Norte e a Irlanda.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA