Alerta contra queimadas motiva pit-stops na cidade: fumaça começa a tomar os céus de Vilhena

Preocupada com uma possível escalada no número de casos de queimadas na cidade, a Secretaria de Meio Ambiente promove nesta semana uma campanha de conscientização contra a propagação intencional de incêndios, tanto na zona rural como urbana.

 

“Queimada é crime. Neste fim do período da seca vemos que alguns focos de queimadas ainda continuam aparecendo nos arredores da cidade. Isso prejudica a saúde de todos, inclusive de quem incendeia, obviamente. Além disso, há multa e penalidades severas pelo ato ser crime ambiental”, explica Marcela Almeida, secretária de Meio Ambiente.

 

 

 

Pensando nisso, durante a manhã de hoje, três equipes da secretaria se dividiram na cidade na realização de pit-stops em semáforos para distribuir material de conscientização. “Jamais coloque fogo em terrenos, pastos, lixo e quintais. É nessa época seca e de muito vento que a proliferação de incêndios acontece”, avisa o panfleto.

 

A lei federal n° 9.605/98, artigo 54, diz: “Causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora, com pena de seis meses a um ano de reclusão e multa”.

 

Por sua vez, a lei municipal de Vilhena que trata do assunto prevê multa que varia de R$ 1 mil a R$ 2 mil para quem causar incêndios.

 

A denúncia pode ser feita diretamente para o celular 98413-9957 ou para o telefone 3321-4084.

 

Semcom

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA