Coligação pede retirada de material de cunho difamatório contra Rosani

Panfletos estão sendo distribuídos nas casas com o intuito de confundir o eleitorado e manchar a imagem da candidata
A coligação “A vontade do povo” ingressou com uma representação contra a coligação liderada pelo candidato a prefeito, Eduardo Japonês (PV) por conta da panfletagem realizada nesta quinta-feira, 31, na qual o grupo do candidato tenta confundir o eleitorado dando a entender que apenas o grupo do PV tem candidato a prefeito.
O conteúdo, muito embora não contenha diretamente o nome da candidata a prefeita Rosani Donadon (MDB) fala claramente do partido político do qual faz parte e a chama de ficha suja, mesmo Rosani Donadon não tendo nenhum tipo de impedimento jurídico que a proíba de disputar as eleições, e de forma alguma seu indeferimento momentâneo de registro se deu por qualquer alínea da lei do ficha limpa, e sim por um tese de ter dado ou não causa a nova eleição.
A coligação “A vontade do povo” solicitou que a justiça eleitoral determine a retirada do material de circulação, bem como a punição dos autores do ato. Rosani Donadon tem o aval da justiça para realizar qualquer tipo de atividade política neste período eleitoral. Sua coligação, contudo, acredita que novas panfletagens possam ser disseminadas pelas ruas da cidade a fim de prejudicar a candidata e confundir o eleitorado com o interesse de prejudicar as eleições suplementares. A coligação pede a todos os seus componentes e apoiadores, bem como a comunidade em geral que fique atenta quanto a disseminação de materiais de cunho difamatório e apócrifo, e caso vejam algo, que contate a polícia.
Fonte: Assessoria
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA