No 5° BEC, Rosani Donadon faz relato de ações, anuncia chegada de tomógrafo e lamenta ataques de adversário

Meta da candidata é de 150 médicos atendendo no setor de saúde publica de Vilhena

 

 

A candidata a prefeita Rosani Donadon (MDB) e seu vice Darci Cerutti (DEM) se reuniram na noite deste sábado, 26, com moradores do bairro 5° BEC, um dos mais antigos do município de Vilhena. Várias lideranças políticas estiveram presentes, como a deputada estadual Rosângela Donadon, o ex-prefeito Melki Donadon, os vereadores Vera da Farmácia, Rogério Golfetto, Carlos Sushi, Leninha e Valdete Savaris, entre outros.

 

 

 

Na oportunidade, Rosani e Darci fizeram um balanço de suas ações no período de 1 ano e 4 meses que exerceram os mandatos na prefeitura de Vilhena. Depois, pediram apoio da população dessa localidade para que, juntos, possam continuar trabalhando por dias melhores para Vilhena. A reunião aconteceu na casa do pastor Cristiano, em frente à Igreja Metodista. Rosani, ao discursar, agradeceu o apoio da deputada Rosângela Donadon, e anunciou que, em breve, chegará a Vilhena o aparelho de tomografia.

 

 

 

“Assumimos Vilhena num caos total, sem crédito financeiro e moral. Ninguém queria vender para o município. Hoje podemos anunciar coisas boas, como nosso tomógrafo. Vilhena será o único município de Rondônia a ter um aparelho de tomografia. Lutamos pelo setor de saúde pública, porque não tinha nada. Primeira ação que fizemos foi comprar medicamentos. Isso temos que agradecer a nossa deputada estadual Rosângela Donadon, que é uma irmã e nos ajuda muito”, destacou.

 

 

 

Ainda, falando em saúde pública, Rosani disse que encontrou um Hospital Regional acabado. “Compramos equipamentos, reestruturamos o hospital. Trocamos todos os equipamentos da UTI. Hoje estamos com 108 médicos. A nossa meta agora é ter 150 médicos. As pessoas reconhecem o nosso trabalho. Isso é que me incentiva a continuar a lutar por nosso município”, ressaltou. Rosani Donadon também destacou ações executadas em outras áreas, como a reestruturação da Secretaria de Obras, e apoio às atividades no setor cultural. “Há quanto tempo Vilhena não tinha o desfile cívico de 7 de setembro? Também realizamos a festa do aniversário do nosso município. Falar é fácil, mas fazer é difícil”, analisa.

 

 

 

ATAQUES DE ADVERSÁRIOS Desde o início de sua campanha, a candidata orientou a seus apoiadores a não revidar ataques vindos de adversários políticos. Essa linha de raciocínio foi fortalecida por Rosani durante a reunião, que atraiu centenas de pessoas.

 

 

 

“É muito triste quando ficam nas redes sociais ferindo a nossa honra. Não é justo difamar seus semelhantes. O que os vilhenenses querem é trabalho. Não somos melhores do que ninguém. Jamais vocês vão ver fazendo alguma coisa errada. Eu não fico atirando pedras nos outros não. Se não posso ajudar, também não puxo o tapete. Peço a todos que façam uma eleição democrática, sem ataques; todos queremos o melhor para o município de Vilhena”, encerrou.

Fonte: Assessoria

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA