Partidos apoiadores de Rosani se reúnem para analisar estratégia

 

Lideranças partidárias cogitam se o melhor caminho é a escolha de novos nomes para disputar as eleições majoritárias ou acreditar no judiciário

Considerando a decisão proferida pelo juiz eleitoral José Gilberto Giannasi de indeferir o registro da chapa da coligação “A vontade do povo”, a assessoria jurídica da coligação manifestou entendimento que a candidata Rosani Donadon conseguirá seu registro de candidatura nas esferas superiores eleitorais, pois a decisão já era esperada, tendo em vista que o calor local das eleições acaba elevando as decisões a discussões em outras instâncias.
A coordenação de campanha suspendeu as atividades de campanha desta quarta-feira, 16, por consenso do grupo de partidos que a compõe para uma reflexão sobre os próximos passos da campanha.
A candidata a prefeita, Rosani Donadon (MDB) e o vice, Darci Cerutti (DEM) estão reunidos com os líderes partidários para reanalisar a estratégia de campanha, bem como os próximos passos a serem seguidos. A decisão será tomada em colegiado e oficializada nesta quinta-feira, 17, até o final da manhã.
Muito embora haja recursos para contestar a decisão em primeira instância, parceiros, apoiadores e amigos de luta discutem se o melhor para Vilhena é o recurso ao TRE ou a substituição da chapa composta por Rosani e Darci.
A coligação “A vontade do povo” sabe que os adversários estão associados a fim exclusivamente de ganhar as eleições para novamente lotear o Município como aconteceu em um passado recente, pois a coligação adversária já perdeu uma vez, ainda não se contentou com a derrota e busca de todas as formas impedir que a vontade do povo prevaleça.
Assessoria
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA