Maurão comemora decisão da presidente do STF em manter policiais do ex-território na folha da União

Deputado participou em Brasília de audiência com a ministra, quando expôs as necessidades das 706 famílias atingidas pela medida

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (MDB), comemorou a decisão da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, em rever a sua decisão anterior e manter na folha de pagamento da União os 706 policiais militares do ex-território, até que o caso seja julgado em definitivo pela Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª região.

No começo do mês passado, o parlamentar se reuniu com uma comissão desses policiais, atingidos com a decisão da ministra, acompanhado dos

deputados Jesuíno Boabaid (PMN), Léo Moraes (PTB) e Só Na Bença (MDB). Ainda em abril, o presidente participou em Brasília, de uma reunião com a ministra Cármen Lúcia, junto com membros da bancada federal.

“Nesse encontro em Brasília, apresentamos à ministra a situação das 706 famílias, sem salários, sem nenhuma perspectiva de receber. Agora, a presidente do STF reviu a sua decisão inicial e os servidores, que tanto contribuíram com Rondônia, vão voltar à folha de pagamento da União. Se fez justiça”, destacou Maurão.

Sem salários, com as contas atrasadas, muitos enfrentando problemas de saúde e sem perspectivas de uma solução para o impasse. Assim estavam vivendo as famílias de policiais militares do ex-território, desde o mês de março, quando foram retirados da folga da União e ficaram à deriva, sem vínculo com nenhum ente federativo.

São pelo menos 110 pensionistas que não receberam nenhum centavo em março. Muitos estão em tratamento de saúde e os colegas precisaram fazer ‘vaquinha’ para que não passassem fome. Há ainda cerca de 14 policiais que estão na ativa, e foram atingidos pela decisão da ministra

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA