Câmara recebe pedido para abrir nova CPI que pode cassar quarto vereador em Vilhena este ano

Eleitor pede que Cabeludo receba mesma punição que outros três parlamentares
Foi protocolado na Câmara de Vilhena, nesta terça-feira, 11, o pedido para que a Casa instaure CPI contra mais um vereador acusado de envolvimento num esquema de propinas para aprovar loteamentos na cidade. A solicitação deve ser lida na semana que vem, quando o plenário decidirá se aceita ou rejeita abrir a investigação.
O autor do pedido é um homem que se identificou como Valdecir Carlos. Junto com a solicitação, ele apresentou cópias dos processos criminais respondidos por Marcos Cabeludo (PHS), que foi preso junto com outros seis colegas no ano passado. Ele herdou a vaga de Carmozino Taxista (PSDC), condenado à perda do cargo por crime eleitoral.
Ao cobrar a CPI que pode resultar em mais uma cassação, o denunciante alega que Cabeludo cometeu os mesmos crimes que custaram os mandatos de Júnior Donadon (PSD), Wanderlei Graebin (PSC) e o próprio Carmozino Taxistas (PSDC), que receberam a punição máxima ao serem acusados de quebra de decoro parlamentar, mas estão tentando reverter a decisão na justiça.

Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA